Colar Maori "Savanah" - Dente de Tubarão

Oferta
R$ 99,00 R$ 159,00

PARA QUEM LEVA A VIDA COM ESPÍRITO LIVRE, VIBRANTE E CRIATIVO!


O POVO MAORI

Nativo da Nova Zelândia, o povo Maori era conhecido por sua veia guerreira, com fortes costumes de guerra, como cortar a cabeça de seus inimigos e guardá-las em locais que passavam a considerar sagrados. Entre os costumes desse povo estavam as tatuagens, que cobriam seus corpos e, principalmente, seus rostos. A crença Maori acreditava que, quanto mais o desenho cobrisse o rosto de um guerreiro, mais nobre ele era e maior era sua posição dentro de um clã. O simbolismo Maori tem suas características bem-definidas, com padronagens geométricas que se configuram de forma um pouco parecida com os símbolos tribais, especialmente no que diz respeito às tatuagens.

 


SIGNIFICADO E SIMBOLISMO

No Pacífico Sul, quando ocorreu a formação dos oceanos pelas chuvas que eram intermináveis, o Deus Ohav-Lai (Deus dos Mares) foi desafiado por um grande tubarão pelo domínio dos oceanos. Após um dia de intensa luta nas profundezas do Pacífico, “Ohav-Lai” retornou usando um dente do tubarão no pescoço, sinal de que o tubarão tinha perdido. A partir deste dia, os nativos do Pacífico acreditam que o dente de um tubarão trará ao proprietário uma vida longa e próspera, livre de qualquer mal, especialmente o do mar. Mergulhadores nativos não entram na água sem um dente de tubarão como seu companheiro e amuleto da sorte. O Dente de Tubarão serve como uma mensagem para que a autoridade do detentor deste não seja contestada. Portanto, esse colar é um amuleto.

 


TUBARÕES E DENTES DE TUBARÃO

Tubarões foram considerados como sagrados e poderosos. Tubarões simbolizavam proteção. Acessórios, assim como o colar “Savanah”, e tatuagens, foram feitas para proteger o usuário de seus inimigos e ameaças individuais.

 


A LENDA DO TUBARÃO MAORI

Maori nasceu numa ilha da Polinésia integrando um grupo de cinco gémeos. Os outros eram muito bonitos, mas ele era tão feio que a família resolveu atirá-lo ao mar. Só não morreu porque o deus Tama-ui não deixou. Mais inteligente do que os humanos, compreendeu que a beleza do rapaz era interior e decidiu tomá-lo sob a sua proteção para o educar. De início ensinou-lhe aquilo que era costume. Nadar, a escolher as algas mais tenras para preparar boas refeições, a ler o destino nos astros. Como ele tudo aprendia sem o menor esforço, Tama-ui decidiu ensinar-lhe também coisas que os homens não sabem. E assim o Maori aprendeu a falar com os peixes e a cavalgar sem medo no dorso dos mais ferozes tubarões. Ora certo dia levantou-se um temporal horrendo sobre a Polinésia. O vento, enlouquecido, arrancava árvores pela raiz. O mar, desvairado, lançava ondas gigantescas sobre praias e florestas. As pessoas ficaram em pânico e fugiram para o interior, mas perceberam que nem aí estavam em segurança e temeram que as ilhas desaparecessem. Então, apesar do perigo, meteram-se nas frágeis pirogas que possuíam e zarparam em busca de uma terra melhor para viver. Durante vários dias andaram à deriva sem fazer a mínima ideia que rumo lhes convinha e talvez se tivessem perdido para sempre se não fosse Maori, o bom e generoso Maori. Vendo o seu povo tão aflito, esqueceu que o tinham rejeitado e apareceu logo, pronto a ajudar. Cavalgando o dorso do tubarão preferido, conduziu as pirogas até às ilhas da Nova Zelândia.

 


CARACTERÍSTICAS:

  • Tipo de Produto: Colar Maori "Savanah" - Dente de Tubarão;
  • Material: Corda, Madeira e Resina;
  • Fabricação: Artesanal. Esculpido á mão;
  • Tamanho do Pingente: 3.6cm X 2.8cm
  • Tamanho do Cordão: Ajustável ( De 38cm a 72cm)