O Guia Definitivo de materiais para acessórios!
Já se deparou com inúmeras nomenclaturas de materiais na hora de comprar seus acessórios e acabou se confundindo? Pois bem, fique tranquilo(a)! Trouxemos um guia completo e definitivo com os materiais mais usados na fabricação de joias e semijoias para você ter certeza do que produto que irá adquirir!

 

OURO

OURO 18K:
O ouro 18 quilates ou 18k é produzido com 75% de ouro puro e 25% de outros metais, ideal para a produção de alianças, pois o ouro puro (24 k) é pouco maleável e frágil para esse tipo de produção. O ouro 18k é um dos tipos de ouro mais tradicionais na produção de alianças por causa da sua beleza. Além resistir à oxidação, é excelente para ser polido e possui um incrível brilho.

 

OURO ROSÊ:
O ouro rosê é composto por ouro, prata e cobre. A diferença dele para o ouro amarelo é o especial tom rosê, que traz ainda mais beleza para as alianças, sendo o cobre responsável pela mudança da cor. A quantidade de ouro puro (24k) utilizada na produção do ouro rosê é a mesma do ouro amarelo, o que faz com que ele seja tão valorizado quanto os outros tipos de ouro. O rosê também remete ao romantismo e elegância.

 

OURO BRANCO:
O ouro branco é composto por ouro, prata, níquel e paládio (metal que tem cor esbranquiçada). A combinação desses metais gera uma elegante cor acinzentada para a aliança. O banho de ródio, metal parecido com o paládio, deixa a aliança ainda mais bela e brilhante. É uma cor super sofisticada, sendo utilizada por muitas celebridades e membros da realeza.

 

PRATA 

Já a prata é diferenciada pela sua pureza, por isso as nomenclaturas Prata 900 ou 925:

 

PRATA 1000:
Esta é uma liga 100% pura, ou seja, não contém outros metais. Por isso, é bastante maleável e se deforma e arranha facilmente;

 

PRATA 950:
Muito usada para fabricação de joias artesanais. Possui 95% de prata e 5% de outras metais. Esse tipo de prata possui brilho intenso e dureza adequada;

 

PRATA 925:
Também conhecida como prata esterlina, também é muito usada para a confecção de joias. Possui 92,5% de prata e 7,5% de outros metais, que frequentemente é o cobre;

 

PRATA 900:
Essa liga e é de menor valor, sendo usada frequentemente para banhar objetos de cobre, latão, ferro e etc.

 

PRATA 800:
É a prata que usualmente é usada em louças e baixelas. Prata leve: esta é uma liga composta de metais leves, contendo uma camada isolante de 18K, prata e acabamento de prata pura. As joias com essa composição possuem leveza e brilho sem igual.

 

AÇO

O aço é muito usado nas peças, e estas são suas diferenças:

 

AÇO INOX:
O termo aço inox origina-se na expressão ao inoxidável. Isso porque a composição desse tipo de aço que não oxida contem liga de ferro e crômio. Inclusive, nessa composição pode conter também níquel e molibdénio. Então, há dezenas de tipos de aço disponíveis no mercado para as mais variadas finalidades. Entretanto, nosso interesse pelo aço está relacionado aos acessórios. Por isso, há diferentes termos relacionados ao aço. Entre eles o aço inox e o aço cirúrgico.

 

Dentro das categorias de aço inox há algumas nomenclaturas que ajudam a diferenciar as composições de cada um dos tipos de aço. Então, no aço 316, por exemplo, há uma quantidade de 2,5% de molibdênio em sua composição. Isso o torna um metal com nível superior que o aço 304. Já os aços que são nomeados por um número seguido da letra “L”, possuem uma diferença na quantidade de carbono presente em sua composição. Então, os aços 304L e 316L , devem possuir até 0,03% de aço em sua composição. Enquanto os aços 304 ou 316 chegam a ter 0,08% de carbono.

 

DIFERENÇAS ENTRE O AÇO INOX E O AÇO CIRÚRGICO:
As quantidades de carbono presentes na composição do aço são totalmente relevantes para determinar a corrosão. Por isso, peças com menores quantidades de carbono têm menos risco de sofrerem corrosão intercristalina ou desintegração da solda. Então, basicamente, existem diversos tipos de aço que são inoxidáveis. Porém, apenas o aço com menor quantidade de carbono como o aço 316L e com um tipo de fabricação metalúrgica diferente é o ideal para ser usado como acessório para o corpo.

 

Isso porque sua fabricação envolve um processo diferente de derretimento do metal. Dessa forma, não é possível que contaminadores estejam em contato com a peça. Por isso, esse tipo de aço é mais resistente e ideal pra estar em contato com a pele. Por isso, as peças feitas em aço cirúrgico são consideradas peças hipoalergênicas. Além disso, brincos, colares, alianças e anéis feitos em aço, raramente ficam escuros por serem aços inoxidáveis. O aço inox é resultado de uma composição feita de liga metálica com aproximadamente 18% de cromo e 8 % de níquel. Justamente por isso, peças em aço inox/aço cirúrgico não enferrujam.

 

Isso porque o cromo e o níquel juntos formam óxidos do tipo insolúvel. Por isso, o aço fica protegido do oxigênio e também da umidade do ar. Então, os acessórios feitos em aço cirúrgico não correm risco de enferrujar.
10 novembro, 2020 — Santo Stilo

Deixar um Comentário

Atenção: Todos os comentários tem que ser aprovados pela moderação antes de serem publicados.